Tendências do varejo

A sociedade muda continuamente e hoje, mais do que nunca, busca conectividade, informação e processos quase imediatos. As empresas, especialmente os varejistas que lidam diretamente com o cliente, precisam se adaptar ao novo contexto e entender que o Big Data e a tecnologia para inovação são dois pilares fundamentais em suas estratégias de conhecimento. Vamos falar sobre eles.

Big Data significa uma grande quantidade de dados sobre determinados assuntos, que podem ser sobre vendas, estoque, visitas, navegação no site, fluxos de pessoas, mapas de calor (ou “heat-map”, em inglês) e índice de satisfação, entre outros aspectos. Quando os dados são analisados eles tornam-se conhecimento. Esse conhecimento, por sua vez, passa a ser fundamento ou base para decisões estratégicas com foco no consumidor e, como consequência, trará retornos positivos nas vendas.

Tudo o que pode soar básico e simples precisa contar com uma equipe de especialistas em tecnologia e inovação capaz de executar projetos dessa natureza. É necessário abordá-los de forma transversal: na cadeia de valor da organização, alinhada com a gestão de um grupo humano comprometido com a cultura digital, baseado em 5 elementos:

  1. Equipe formada de acordo com a cultura organizacional, com um claro plano de objetivos e carreira.
  2. Execução profissional, de forma eficiente.
  3. Busca por melhorias no dia a dia.
  4. Fornecer ferramentas para adaptar ideias.
  5. Estar atento às necessidades do mercado para pensar em inovações de forma ágil.

 

Se você está interessado em saber como a inovação tecnológica e Big Data podem ajudar sua empresa, o post sobre BI no varejo que publicamos há algum tempo pode ser útil também.

Na Marco Marketing oferecemos uma solução integral para a captura, o processamento e a visualização de dados. Conhecemos a “cozinha” diária da indústria e das marcas e procuramos resolver todos os conflitos que as organizações enfrentam em relação à inteligência comercial. Os principais desafios que mais encontramos são os seguintes:

  • Processos manuais ou grandes volumes de dados que não podem ser processados com ferramentas como o Microsoft Excel.
  • Relatórios lentos ou de baixa qualidade que atrasam a tomada de decisões.
  • Pouco investimento interno em TI e analistas experientes.

Como resolvê-los com uma equipe profissional dedicada ao Marketing Business Intelligence?

Quero obter resultados dos meus dados coletados


Escrito por Eduardo Moraga
Me encontre: LinkedIn

ASSINE NOSSO BLOG

* *
*
*
*
*
Lead Source
*Campos Obrigatórios
Enter the Captcha
Reload
Ao enviar este formulário você concorda com a política de seguran