Tendências do varejo

Chegou ao fim, em Nova Iorque, a 107a edição da NRF 2018, o maior evento de varejo do mundo. Foram 18 mil varejistas, 600 expositores e ao todo 35 mil pessoas envolvidas. A Marco Marketing esteve por lá com seus executivos da América Latina e tivemos contato com diversas tendências que devem impactar os negócios ao longo deste ano.

A tecnologia é um fator sempre presente na conferência. Os especialistas são unânimes em afirmar que a marca que souber trabalhar dados, APIs, AI, omnichannel e vários outros termos futurísticos sairá ganhando.

E isso não é coisa só para os profissionais e marcas jovens! A Levi´s, que está no mercado há mais de 160 anos e dividiu com os presentes parte do seu posicionamento que faz com que os millennials continuem a ter interesse em uma marca que foi o sonho de consumo de seus pais e avós. Seu presidente, James Curleigh, passou a mensagem sem nem precisar falar: ele entrou no palco de bicicleta e usando a tradicional jaqueta jeans que, agora, não só segue as tendências da moda como também da tecnologia. A peça é fruto de uma parceria com o Google! Ao usá-la, o consumidor pode sincronizar a vestimenta com o Google Maps, obter respostas simples como “que horas são”, escutar música e, tudo isso, com apenas alguns toques na manga. É um pé no passado e outro no futuro! Simplicidade e sofisticação!

Outro desmembramento tecnológico está nos meios de pagamento. Alfred Kelly, CEO Global da Visa, afirma que no futuro não veremos os cartões de crédito como conhecemos hoje. As transações serão feitas por smartphone, acessórios weareable, pulseiras inteligentes etc. A perspectiva é que nos Estados Unidos, até o final deste ano, mais da metade dos estabelecimentos comerciais já aceitem o que eles chamam de “meios de pagamento sem contato”.

Mas, o lado humano também foi bastante valorizado na programação, desde o olhar mais atento aos colaboradores até formatos que buscam maior engajamento para entregar os valores e propósitos de marca aos consumidores. Por exemplo, Hamdi Ulukaya, CEO e fundador da empresa de iogurtes Chobani atribui o grande sucesso da marca não apenas aos seus produtos, mas sim à forma como ele é feito: a produção teve início com moradores da comunidade em volta da fábrica, que tinham interesse no trabalho e que recebiam participação nos lucros além do salário. Isso fez com que eles se tornassem acionistas de empresa e empenhados não só com sua performance individual, mas sim com o todo. O presidente do grupo Walmart, Doug Mcmillon, foi mais uma voz no coro daqueles que pedem a valorização de quem faz o varejo e o consumo girarem.

Além disso, outros cases e histórias levantaram a importância da ousadia, a inovação dos canais, a relevância da transparência, a chegada das plataformas conversacionais, o crescimento da inteligência artificial entre tantos outros fatores que traremos aqui no blog ao longo dos próximos dias!

Ver imagens da cobertura NRF


Escrito por Leandro Ferreira
General Manager | México, CA & Caribbean at Marco Marketing Latam
Me encontre: LinkedIn

ASSINE NOSSO BLOG

* *
*
*
*
*
Lead Source
*Campos Obrigatórios
Enter the Captcha
Reload
Ao enviar este formulário você concorda com a política de seguran